Leal de Ouro 2010

Ano passado foi bem chinfrim NO QUE TANGE a minha relação com os filmes. Fui só 14 vezes ao cinema. Baixei 5 milhões de coisas e só vi, sei lá, umas 30. Mas, como sempre, aí estão os premiados do Leal de Ouro 2010 (para filmes que estrearam no Brasil em 2009). (Obviamente daqui a algumas horas as poucas pessoas que podiam se interessar por esse prêmio tão consagrado vão estar correndo atrás da lista de indicados do Oscar, MAS…)

Melhores filmes

1. Eu te Amo, Cara

Provavelmente qualquer um dos filmes abaixo é um FILME melhor que Eu te Amo, Cara. Mas como eu não sei exatamente o que FILME em caps lock significa, eu fico com esse, que foi o que mais me tocou e me surpreendeu. De toda essa leva de bromances, esse é sem dúvida o melhor. E ainda por cima me apresentou a Andy Samberg.

2. Bastardos Inglórios

Precisa explicar? E ainda por cima me apresentou a Mélanie Laurent.

3. Simplesmente Feliz

Tem gente que teve vontade de pegar Poppy e chutar a cara dela tantas vezes quantas fossem necessárias pra ela parar de sorrir. Já eu passei o filme tenso, torcendo pra que nenhuma desgraça acontecesse. É Pollyana sem o lado brega.

4. Anticristo

Saí do cinema atordoado num nível absurdo, de achar que tava indo em direção à saída e, na verdade, parar na frente dum display gigante de George Clooney (talvez os motivos pra essa falta de orientação espacial tenham sido outros, mas vamos ficar nesse mesmo). E ainda passei dois dias agoniado. Lars sempre consegue me manipular no joguinho dele – e é a única pessoa que deixa aflorar meu lado masoquista.

5. Arraste-me para o Inferno

Se esse filme fosse em 3D, certeza que eu tinha vomitado umas três vezes. E, por incrível que pareça, isso é um elogio imenso.

Os outros cinco filmes são muito bons, mas não me *tocaram fundo* como esses aí de cima. Então, como prenda, as fotos não vão ganhar legenda.

6. O Lutador

7. Milk

8. Tá Rindo de Quê?

9. Fantástico Sr. Raposo

10. O combo dos filmes criança asiática+velho rabugento: Gran Torino e Up

Melhor diretor: Quentin TarantinoBastardos Inglórios

Melhor ator: Mickey RourkeO Lutador. (Menções honrosas: Sharlto Copley, Distrito 9; Sean Penn, Milk; Clint Eastwood, Gran Torino; Sacha Baron Cohen, Brüno)

Melhor atriz: Sally HawkinsSimplesmente Feliz. (Menção honrosa:  Charlotte Gainsbourg, Anticristo)

Melhor ator coadjuvante: Christoph WaltzBastardos Inglórios. (Menções honrosas: Eddie Marsan, Simplesmente Feliz; James Franco, Milk; Jason Schwartzman, Fantástico Sr. Raposo)

Melhor atriz coadjuvante: Mélanie LaurentBastardos Inglórios.

Melhor filme milionário de explosão: Watchmen

Maior decepção: Abraços Partidos. (Menções honrosas: Aconteceu em Woodstock e Distrito 9)

Pior filme do ano que raiva do caralho de ter visto: Se Beber, Não Case.

Filme que eu não sei ainda onde se encaixa na minha cabeça, mas tem coisas lindas lindas lindas e merece um lugar só pra ele: Moscou

É isso.  Ano que vem tem mais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: